terça-feira, 22 de setembro de 2009

...

Por enquanto vamos sonhando...
Nome mais adequado não poderia haver para o projecto que eu e o meu maridão iniciamos.

QUEREMOS TER UM FILHOTE!

Este sonho não é de agora. Eu sempre gostei de crianças... ok, confesso, não posso ver um bebé sem me derreter toda! É mais forte do que eu... O ano passado casámos, dia 28 de Junho de 2008 (uma data memorável) e parecia que tudo se começava a conjugar. Também não queriamos engravidar logo depois de casar, eu acho que é importante para um casal algum tempo juntos para criar laços, compromissos, memórias que sejam as fundações de um casamento saudável. Há quem diga "Mas para isso não é necessário casar." Até um certo ponto concordo mas é verdade que quando tomei a decisão de unirmos as nossas vidas parece que estava a escrever em pedra "é para a vida toda...". Além disso, ao longo de 5 anos de namoro com o P., tivemos 1 ano e meio com ele fora em Barcelona (fase diabólica), ele voltou e teve que procurar emprego e acabou por arranjar um emprego porreiro mas que não lhe deixa muito tempo nem para mim nem para seja o que for (raça do homem trabalha que se farta, traz trabalho para casa ou chega tardíssimo, trabalha aos fins-de-semana, etc). Juntamente com tudo isto tinhamos que nos dividir entre a casa dele em Telheiras e a minha na Costa. Não era fáçil, andávamos sempre com a casa às costas e não tinhamos o NOSSO espaço onde pudessemos criar as NOSSAS regras. No ano passado mudámo-nos para a nossa casinha em Miraflores e foi o início do nosso projecto a dois.
Já fizemos um ano de casados e escusado será dizer que os nossos pais estão desejooosos de ter netos. Os meus ainda se vão segurando para não fazer pressão (começam agora a deixar escapar uma referenciazita de vez em quando) mas a minha sogra está que não pode, desejosa. E de preferencia uma menina porque lá em casa sempre foram 3 homens e  ela a única mulher. Agora vim eu e é engraçado, quando dou por mim estamos as duas a fazer panelinha. Eheheh. este anos fomos ao Brasil e quando voltamos ela perguntou logo ao P. se já traziamos a menina...

De qualquer forma achamos que está na hora e em Agosto decidimos que estava na hora de deixar de tomar a pílula. Agora precisamos de um pouquinho de sorte...

1 comentário:

R* disse...

Parabens pela decisao. Não é facil, mas é muito bom ser mãe. Beijinho *