segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Grávida de 34 semanas – já só faltam 42 dias!





Os pulmões do bebé estão bem desenvolvidos.

 
O bebé pesa agora cerca de 2,150 kg e tem provavelmente pouco mais de 45 centímetros do topo da cabeça à planta dos pés. O sistema nervoso central está ainda em fase de amadurecimento, mas os pulmões já se encontram bem desenvolvidos. E esta é uma boa notícia caso decida nascer mais cedo do que o previsto.
Caso a ideia de parto prematuro tenha sido para si causa de ansiedade, ficará satisfeita por saber que 99% dos bebés com este tempo de gestação conseguem sobreviver fora do útero – e a maioria não apresenta problemas a longo prazo relacionados com a sua prematuridade

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Mais cedo ou mais tarde tinha que ser

E começa... algum dia tinha que ser. Consta que não há grávida que não passe por isto:
ESTOU COM UMA SENHORA DOR DE COSTAS...
Isto provávelmente é fruto de mais uma noite mal-dormida. Mas desta vez a modalidade foi diferente: foi a npote toda a acordar de hora em hora...
E ainda por cima o maridinho não está cá para fazer umas belas dumas massagens para ver se alivia...

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Ontem não sei o que deu à minha miúda gira, esteve à noite numa agitação que não tem explicação.


Esteve mais de uma hora a mexer e a mexer... e já percebi que não gosta nada que me deite para o lado direito, põe-se a dar pontapés no colchão, como quem diz "Mãe, fazes favor mudas de posição! Tá!?!"


De tal maneira foi o festival que ainda consegui estas imagens...

 


video

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Grávida de 33 semanas – já só faltam 49 dias!





O bebé está perder a sua aparência enrugada de “alienígena”.

 
Esta semana o bebé pesa pouco mais de 1,8 kg e mede um pouco mais de 46,5 cm da cabeça ao calcanhar. Graças a este recente aumento de peso, está agora a perder aquela aparência enrugada de “alienígena”. A maioria dos ossos do bebé estão agora a ficar duros, mas o crânio ainda é bastante maleável, com elementos separados por espaços. Esta estrutura flexível permite comprimir a cabeça do bebé de modo a passar pelo estreito canal de parto.


A pressão sobre a cabeça durante o parto é tão intensa que, em muitos bebés, o formato da cabeça é cónico à nascença. É um efeito totalmente inofensivo, normal e temporário. A cabeça do bebé rapidamente assume uma forma mais arredondada, embora as placas do crânio só se unam completamente quando tiver cerca de 9 a 18 meses de idade.

Este fim-de-semana (aproveitando que o maridão está lá para os Angolas... e o tempo não para... e estamos quase na recta final) foi passado de volta da mini-roupa. Tirar etiquetas, lavar, passar, uma canseira. Mas quem disse que quem corre por gosto não cansa tinha muita razão: foi muito trabalhinho mas todo ele feito com um sorriso nos lábios. Afinal de contas estou a preparar a chegada da minha Sofia! E já não falta muito (49 dias... aaahhhhh!).


Bem encaminhadas estão também as nossas malinhas (sim porque no hospital pedem que sua Exa. Sra. D. Sofia tenha a sua própria malinha), já estão muito avançadas e só falta umas coisinhas para ficarem prontas. O que me dá algum descanso, não vá a rapariga decidir nascer mais cedo e eu ter que andar ó mã ó mãe que não tenho as coisas prontas.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Posso dizer que, com 32 semanas de gravidez, estou oficialmente quase a ficar sem umbigo!
E o maridão todo contente. Acho que ele está desejoso que saia para fora, para ele poder brincar com ele como se fosse um botão... lol

Voltas e mais voltas


Nesta última ecografia confirmamos aquilo que eu já suspeitava: a minha miúda gira, que até agora estava de cabeça para baixo, resolveu dar a volta. Posição oficial: pélvica! Claro, como se não bastasse a barriguita já estar mais pesada e no final do dia já ficar maçada (em especial se estiver algum tempo em pé ou algum tempo sentada e dobrada) agora tenho a rapariga a dar pontapés lá em baixo. Por vezes parece que está a tentar sair ao pontapé!!!
Tudo bem filhota, eu aguento. Agora fazes favor de voltar a dar a volta nos próximos tempos que a mamã gostava de tentar ter um parto vaginal, tá?

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Ecografia de bem-estar e desenvolvimento fetal

Hoje foi dia de nova ecografia.


Levantámo-nos ao raiar do dia, literalmente porque estávamos marcados para as 7:45... da manhã... (era a única hipótese que havia) e lá fomos nós.


Parece que tudo está bem, a nossa menina estava de olhinhos fechados e com o bracito junto da cara como quem está a dormir (pudera, àquela hora). E confirma-se: vamos ter uma pequenina... literalmente. Está no percentil ponderal 25 mas no 10 para o tamanho do fémur. De qualquer forma o médico descansou-nos e disse-nos para não nos preocuparmos. Primeiro porque ela já estava nesse percentil na ecografia passada e como é uma evolução consistente não é preocupante. Preocupante era se antes ela estivesse no 50 e agora passasse para o 10 (significava que não estava a evoluir de forma normal). Segundo convenhamos, nem eu nem o pai somos altos (em tenho 1,63m e o pai 1,70m), é uma questão de genética... :)


De qualquer forma venho sempre das ecografias com uma sensação de alívio, pelo menos está tudo a correr bem!

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Mais comprinhas para a Sofia...


As bolsinhas que pedem no hospitalpara levar as roupinhas já preparadas para o primeiro, segundo e terceiro dias.
Em vez das mais tradicionais com "Primeiro dia" ou Primeira roupinha" escrito, que não acho tanta piada, optei por estas: 1 coalhinho para o primeiro dia, 2 para o segundo e 3 para o terceiro.









 Para o primeiro dia optei por este coeirinho (nem sequer sabia que tal coisa existia...), bem confortável e macio para receber a minha miúda gira.
 Este coeiro vou deixar para o dia em que sair da maternidade em vez de outra roupinha, parece-me mais confortável para a pequenina (é um coeiro mas parece um autêntico vestido e, apesar de ser 0, é grandinho e deve durar um pouco mais). Assim ainda me falta compar outro para o segundo dia. Estou a pensar compar um simples em algodão, bem macio.

 Estas foram as compras na Chicco para por com as calças de ganga. Não resisti, os ténis são tão fofod e ficam lindamente com a camisola.

Sonhos...

Tenho lido que é normal, conforme a gravidez avança, a grávida sonhar com o seu bebé. Foi motivo suficiente para me andar a sentir uma mãe desnaturada, que mãe é esta que nem sonha com a sua filhota?!? :)



Mas no outro dia sonhei com a Sofia. Só que foi um sonho meio louco. Sonhei que a bebé já tinha nascido e tinha que lhe dar banhinho, só que quando olhei, a Sofia era uma boneca de papel e cabia na palma da minha mão! Agora imaginem o meu sufoco a tentar dar banho a uma boneca de papel sem a desfazer! lol.



segunda-feira, 16 de agosto de 2010


Estamos de regresso das férias.


E depois de andar a passar sérias dificuldades para dormir (tanto cá em Lx como na Guarda) porque o calor é mais que muito, tivemos direito a uma semaninha nos Açores a dormir super bem... verdade seja dita, lá prás 11 da noite já eu estava com uma moca de sono, parecia os garotos a querer dormir, mas dormia a noite toda. Mesmo depois de ter que me levantar para o tradicional xixi pegava facilmente no sono.


Ontem foi dia de regresso a Lisboa... e comigo regressaram as insónias. Acordei por volta da 4 da manhã (cheia de calor) e que dizia que conseguia voltar a dormir?!? Só voltei a pegar no sono lá para as 5:30, 6h.


E hoje primeiro dia de trabalho...


Ai sina...

Barriguinha às 32 semanas

Grávida de 32 semanas – já só faltam 56 dias!





A ponta dos dedos das mãos e dos pés está agora coberta com unhas.


Por esta altura, o bebé pesa cerca de 1,8 kg e tem pouco mais de 43 centímetros. As unhas das mãos e dos pés já cresceram completamente. Alguns bebés já têm uma boa cabeleira; outros têm apenas uma penugem.


O bebé ocupa agora muito espaço no interior do útero mas o espaço confinado não lhe limita o nível de actividade. Poderá ter ouvido dizer que é normal os bebés abrandarem o ritmo com o avançar da gravidez, mas isso não é verdade. Se notar alguma redução dos movimentos do bebé, contacte o seu médico

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Hoje a Sofia aprendeu mais uma gracinha: espetar o pezinho na costela da mamã!



Já tinha ouvido dizer que por vezes acontecia mas ainda não tinha sentido nada do género. Não magoou nem nada (pelo que consta lá chegará altura...) mas foi giro. Para já deu para ver que a miúda gira deve estar bem maior porque já ocupa mais espaço na barriguinha da mamã e já chega cá a cima, e depois porque começo a notar que já não é só um bebé na imaginação, já começa a ter forma real e palpável. É tão giro, fico logo com um sorriso parvo na cara (como o meu maridão faz logo questão de dizer... :) ).


Também hoje, na praia, ao apalpar a barriguinha, já começo a vislumbrar pelo tacto o contorno, neste caso de um pezinho no lado direito (onde mais tarde ela andou a fazer tropelias nas minhas costelas) e do lado esquerdo um contorno mais arredondado, que eu acho que deve ser o rabito...


Caramba, está quase!


Estou desejosa de ter a minha filhotinha nos braços!


Até quase faz passar o receio do parto (quase...)...

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Grávida de 31 semanas – já só faltam 63 dias!





O bebé consegue virar a cabeça de um lado para o outro.


O bebé mede cerca de 40 centímetros. Pesa pouco mais de 1,350 kg e vai ter agora outro salto de crescimento. Já consegue virar a cabeça de um lado para o outro.


Evidentemente, ainda não compreende que este movimento significa “não” mas ficará surpreendida com a rapidez com que passará a compreender este e outros gestos quando nascer. Com a camada adiposa que tem estado a acumular nas últimas semanas, os braços e as pernas estão agora bem cheinhos.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Grávida de 30 semanas – já só faltam 70 dias!




Aponte uma luz para a barriga – o bebé já a segue.
O bebé tem agora quase 40 centímetros e pesa pouco mais de 1,350 kg. Está rodeado de cerca de 700 mililitros de líquido amniótico, mas esse volume irá diminuir à medida que o bebé cresce e preenche o útero. O bebé consegue agora distinguir entre a luminosidade e a escuridão e consegue até acompanhar uma fonte de luz.
Depois de nascer, manterá os olhos fechados uma grande parte do dia. Quando os abrir, irá reagir a alterações de luz, mas não conseguirá ver nada a mais de alguns centímetros de distância da cara. Como vai querer pegá-lo ao colo o mais possível, essa será a posição perfeita para que o bebé a veja com olhos de ver.